Por Ader Oliveira em 15/05/17

A World Surf League definiu a punição para Filipe Toledo depois do incidente ocorrido no último sábado, quando saiu furioso da água.

O top da elite mundial foi multado e suspenso pela WSL. Filipinho não poderá disputar a próxima etapa do Tour, que acontece em Fiji entre os próximos dias 4 e 16 de junho. O valor da multa não foi divulgado pela entidade.

Em depoimento publicado pela World Surf League, o atleta falou sobre a punição e pediu desculpas aos fãs. "Sou um cara apaixonado pelo que faço e o surfe é a minha vida. Depois de cometer uma interferência na minha bateria da terceira fase, em Saquarema, fiquei decepcionado. Eu simplesmente perdi a cabeça e estou realmente envergonhado pelo meu comportamento. Quero pedir desculpas aos fãs, meus patrocinadores, à mídia e a todos da WSL. Assumo total responsabilidade pelas minhas ações e aceito a minha suspensão. Estou desapontado por perder o próximo evento, mas ansioso para voltar logo e ainda mais forte em Jeffreys Bay. Boa sorte a todos que irão competir em Fiji e obrigado a todos que continuam torcendo por mim", disse Filipinho.

Na nota oficial, a WSL divulgou que se sente agradecida e aceita as desculpas de Filipe Toledo aos fãs, patrocinadores e à própria entidade.

O brasileiro Renato Hickel, comissário da WSL, também comentou o episódio. "Filipe Toledo é um bom garoto e um surfista incrível. A WSL tem muita sorte de ter alguém desse calibre no Tour, pois ele está constantemente elevando o nível de surfe nas arenas do circuito. É decepcionante quando temos que aplicar alguma ação disciplinadora em qualquer um dos nossos surfistas, mas esse tipo de comportamento não é aceitável para o esporte. Filipe sabe disso e estamos ansiosos para ver o seu talento de volta ao Tour o mais breve possível", disse Hickel.

VEJA TAMBÉM